A transformação digital precisa ocorrer agora. Sua empresa está dentro?

A tecnologia é sempre mutável, disso todos já sabemos. A cada ano, ela redesenha a maneira como nosso mundo funciona: como nos comunicamos, como consumimos e como produzimos. No meio corporativo, não há como evitar a pergunta: será que as empresas estão preparadas para acompanhar a transformação digital rápido o bastante?
Tentando responder essa pergunta, a Dell em parceria com a Intel, duas gigantes mundiais de tecnologia, e a empresa de pesquisas Vanson Bourne, mapearam os esforços e o progresso em transformação digital de empresas de médio e grande porte em 42 países, incluindo o Brasil. A partir do levantamento com 4.600 líderes executivos, foi criado o índice de Transformação Digital Dell.


A principal constatação do índice é de que o progresso na transformação digital da maioria das empresas ao redor do mundo tem sido lento. Apenas 5% das empresas participantes podem ser consideradas Líderes Digitais, a classificação máxima do índice, que define quem já tem a digitalização enraizada no negócio. O dado indica que ainda há muito trabalho pela frente se essas empresas (e a sua pode estar entre elas) não quiserem ficar obsoletas e serem ultrapassadas pela concorrência em poucos anos.

Na pesquisa, as classificações dos grupos de referência foram feitas com base no desempenho de quatro áreas:

    • incorporação dos principais atributos de um negócio digital;
    • estratégia de TI existente;
    • estratégia de transformação da força de trabalho;
  • investimentos planejados para os próximos cinco anos.


O índice, além de mostrar o progresso da transformação digital ao redor do mundo, também trata das expectativas, dificuldades e medos digitais dos líderes empresariais para o futuro.

Qual é o contexto atual da transformação digital mundial?

Ao redor do globo, a situação digital das empresas não mudou muito desde que o primeiro índice foi realizado, em 2016. Os programas para atingir a transformação necessária para se sobressair em um mundo hiper digital estão em fase inicial e há um longo caminho a ser percorrido.

Na principal classificação do Índice, a maioria das empresas (33%) está na categoria de Avaliadores Digitais, adotando a transformação gradualmente.

Ainda, mais da metade das empresas (51%) acredita que terá dificuldades para atender às demandas dinâmicas dos clientes na era digital e um em cada três tem medo de ficar para trás em 5 anos.
Leia neste artigo da Propus como aplicar o conceito de Data Science em sua empresa para não ficar para trás.
No cenário mundial, as principais barreiras que impedem o avanço de 91% dos negócios para um core digital são:

  • Segurança e privacidade dos dados;
  • Falta de orçamento e recursos;
  • Habilidades insuficientes da força de trabalho;
  • Mudanças na regulação e legislação;
  • Cultura digital imatura.

Os mercados emergentes estão mais confiantes na capacidade de ultrapassar as barreiras digitais do que serem ultrapassados, 53% em comparação com 40% das empresas em nações desenvolvidas. Portanto, a perspectiva é boa para as empresas brasileiras, mas os desafios também são muitos. Vamos ver agora como está a situação no Brasil.

Enquanto isso, no Brasil…

Em terras tupiniquins, as perspectivas de crescimento da transformação digital são um pouco melhores do que mundialmente. Mas isso não significa que não existam desafios e muitos aspectos para melhorar. Vamos dar uma olhada em alguns números descobertos pelo Índice, que entrevistou 4.600 líderes empresariais no mundo todo:

Embora apenas 6% das empresas brasileiras já são consideradas líderes digitais, a pesquisa também aponta que 70% de nossos negócios já contam com planejamento e investimentos com o objetivo de digitalizar as operações.
Confira neste artigo dicas para extrair valor dos dados de seu negócio e crescer mais e melhor.

E a concorrência?

Esse tópico revelou ser uma grande preocupação dos líderes brasileiros: a concorrência. Dos entrevistados, 26% teme que sua organização fique para trás em cinco anos na corrida digital e 26% temem que suas empresas sejam ultrapassadas pela concorrência nesse período.

E por que esse crescimento está sendo tão lento?

As principais delas, apontadas pelos líderes  brasileiros, foram mudanças nas leis ou regulamentação e preocupação com privacidade e segurança. Mas não são as únicas:

Sabemos que o processo de transformação digital é lento e demanda diversas mudanças profundas, ainda mais quando se é esperado um nível de digitalização muito alto da maioria das empresas. Mas existem medidas que podem ser adotadas para superar essas barreiras. No Índice, são apontadas as seguintes soluções que já estão sendo utilizadas:

Além disso, as empresas também estão investindo em algumas tecnologias emergentes e soluções de cibersegurança para realizar a Transformação Digital de forma segura. Para os próximos 3 anos, os executivos brasileiros sinalizam investimentos em:

Veja mais exemplos de como as empresas usam o Big Data, estratégia que faz parte da transformação digital AQUI.
Ficou assustado com a quantidade de tecnologias e ferramentas disponíveis? Não se preocupe, fica realmente difícil acompanhar todo o processo de atualização da área tecnológica. Mas não tem mais volta, ela está no mundo dos negócios para ficar. É por isso que existem empresas especializadas em soluções de tecnologia atuais, como Big Data e Data Science, que auxiliam negócios a iniciarem a jornada rumo à transformação digital.
Ainda segundo o DT Índice, os líderes apontaram os principais indicadores de negócio (KPIs) que provavelmente irão crescer mais em cinco anos, se o negócio embarcar em uma estratégia digital de sucesso:

Se você ainda tem dúvidas sobre como acrescentar a digitalização no DNA do seu negócio pode ajudar, dê uma olhada nesses cases de sucesso de empresas de diversos setores que já iniciaram o processo e nos resultados que essa mudança de paradigmas trouxe.

Leroy Merlin

Líder mundial no varejo de materiais de construção, a Leroy investiu na digitalização do seu marketing para facilitar o trânsito dos clientes entre o mundo das lojas físicas e online. Com o uso de campanhas display e com a ferramenta Google Shopping, integrou os inventários e mostrava produtos que estavam em estoque em lojas próximas ao clientes, quando estes buscavam as mercadorias no site.
A empresa obteve um crescimento de 36% nas visitas às lojas e 26% de redução no custo por visita.

Nubank

Os bancos são instituições financeiras que estão em ritmo acelerado na transformação digital, sempre sendo disruptivos no mundo da tecnologia. Mesmo assim, as chamadas fintechs estão ganhando mais visibilidade no quesito inovação.

A Nubank, por exemplo, desde 2013 oferece cartão de crédito sem anuidade, com os menores juros do mercado e totalmente controlado via aplicativo. Além de investir em peso no atendimento, com profissionais capacitados. A startup não revela números de crescimento, mas está expandindo seus produtos rapidamente. A novidade agora é a NuConta, uma conta corrente que é tão competitiva quanto as contas de bancos tradicionais.

Hospital Sírio Libanês

A área da saúde também é bastante impactada pela transformação digital e o Sírio Libanês tem um bom exemplo de implementação de tecnologia. O hospital passou a utilizar um sistema de autoatendimento, onde o cliente, com seu CPF ou protocolo de atendimento do exame, pode digitalizar o pedido médico, documentos de identificação, dados do convênio e outras informações, recebendo a senha do atendimento. Assim, a triagem é realizada digitalmente e o cliente é chamado rapidamente.
Essa medida agilizou e diminuiu o tempo de atendimento em 20%, além de melhorar a performance dos profissionais do atendimento, que atualmente atendem de 4 a 5 pacientes por hora.
Conheça também o exemplo do McDonald’s e de como a maior rede de fast food do mundo utiliza Data Science.
Com todos esses exemplos, podemos concluir que a era digital chegou para ficar e está reformulando a forma como vivemos e trabalhamos. A transformação precisa acontecer já, sem perda de tempo, e precisa acontecer rapidamente, para que o seu negócio não fique ainda mais para trás.
Se você não sabe por onde começar, ou acredita que o seu plano de digitalização não está funcionando como deveria, a utilização de parceiros especialistas em tecnologia pode ajudar a alavancar a sua transformação digital.
É caso da Propus, que oferece serviços de consultoria em Ciência de Dados e Big Data. Conte com uma equipe de profissionais para aplicar a Data Science em sua empresa. Também desenvolvemos projetos específicos com essas tecnologias. Além disso, oferecemos treinamentos, workshops e garantimos a continuidade operacional da sua estrutura de Big Data e Data Science.
Entre em contato conosco, saiba mais sobre nossos produtos e serviços, e inicie já a sua transformação digital:
]]>

Um comentário em “A transformação digital precisa ocorrer agora. Sua empresa está dentro?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *